Linfócitos - Linfócitos

...................................................................................................................................Beu, C.C.L.; Guedes, N.L.K.O.; De Quadros, Â.A.G.¹

.........Linfócitos são as principais células funcionais do sistema imune na defesa do organismo. Estas células são capazes de reconhecer moléculas estranhas em agentes infecciosos e combate-las por respostas humoral e citotóxica mediada por células.

.........Os tecidos associados ao sistema imune têm linfócitos pequenos, médios e grandes (6 a 18 µm de diâmetro). No sangue, estão os linfócitos pequenos e médios, com predomínio dos pequenos. A maior parte dos linfócitos encontrados no sangue ou na linfa são células imunocompetentes re-circulantes, capazes de reconhecer antígenos estranhos.

.........Os linfócitos pequenos, em esfregaços de sangue, são identificados pelo núcleo intensamente corado, esférico, às vezes chanfrado e circundado por fina camada de citoplasma corado em azul-pálido e pobre em organelas. Os linfócitos médios têm citoplasma mais abundante, núcleo maior e complexo de Golgi pouco mais desenvolvido.

.........Ainda, os linfócitos podem ser T ou B. Enquanto os do tipo T (ou células T) participam da imunidade celular e têm vida mais longa, os do tipo B (ou células B) produzem anticorpos e têm tempo de vida variável. Todos os tipos de linfócitos participam da memória imunológica e só podem reconhecer antígenos específicos. Quando os linfócitos entram em contato, pela primeira vez, com um antígeno que são capazes de responder, dividem-se várias vezes. Parte dos linfócitos diferenciam-se em linfócitos B que podem dividir-se várias vezes, produzindo mais linfócitos B e plasmócitos, que participam da produção de anticorpos. Outra parte diferencia-se em linfócitos T que sofrem várias sequências de divisões celulares e produzem linfócitos citotóxicos, capazes de lisar células estranhas ou infectadas por vírus. Algumas células T e B não sofrem diferenciação e permanecem como células de memória de vida longa, programadas para responder rapidamente e com mais intensidade a exposições posteriores ao antígeno específico.

.........Os linfócitos T podem ser: citotóxicos, auxiliares ou supressores. Os linfócitos citotóxicos são os efetores primários da imunidade celular, ao reconhecer células com antígenos estranhos e matá-las, ao provocarem sua lise. Os linfócitos T auxiliares (células TH) ajudam as células B e outras células T na resposta imune. Linfócitos supressores (células TS) inibem a atividade das células B e também pode atuar na regulação da maturação de eritrócitos na medula óssea.

 

¹ Como citar:

  • Nas referências: BEU, C.C.L.; GUEDES, N.L.K.O; DE QUADROS, Â.A.G. Tecido conjuntivo, 2017. Disponível em: . Acesso em: 03 de mar. 2017. (conforme data de acesso ao site);
  • No texto: Beu et al. (2017) ou (BEU et al., 2017).
Linfócito 100x
Linfócito 100x
Image Detail
Linfócito 100x (2)
Linfócito 100x ...
Image Detail
Linfócito 100x (3)
Linfócito 100x ...
Image Detail
Linfócito 100x (4)
Linfócito 100x ...
Image Detail
Linfócito 100x (5)
Linfócito 100x ...
Image Detail
Linfócito 100x (6)
Linfócito 100x ...
Image Detail
Linfócito 100x (7)
Linfócito 100x ...
Image Detail
Linfócito 100x (8)
Linfócito 100x ...
Image Detail
 
Exibir # 
 
 
Powered by Phoca Gallery


Fornecido por Joomla!. Designed by: joomla 1.5 themes php web hosting Valid XHTML and CSS.