Estratificado Pavimentoso Queratinizado - Tecido Epitelial

O tecido epitelial se caracteriza pela presença de células justapostas, entre as quais há pouca matriz extracelular. As células epiteliais geralmente aderem firmemente umas às outras por meio de junções intercelulares, possibilitando sua organização em folhetos. Esta organização responde pela principal função dos epitélios que é o revestimento de superfícies, como ocorre no epitélio de revestimento da pele, trato gastrointestinal, entre outros. Entretanto, muitos epitélios apresentam ainda funções associadas, como absorção de moléculas (no intestino), secreção (nas glândulas), percepção de estímulos (por exemplo, neuroepitélio olfatório e o gustativo) e contração (células mioepiteliais).

Origina-se embriologicamente a partir dos 3 folhetos embrionários: ectoderme, forma a epiderme, o epitélio da boca e das fossas nasais; mesoderme, forma o epitélio do sistema digestivo e respiratório; e endoderme, origina o tecido que reveste cavidades corpóreas fechadas e partes do sistema urogenital.

Os epitélios se caracterizam por: serem avasculares e, por isso, normalmente são nutridos pelo conjuntivo subjacente; apresentarem pouca matriz extracelular; possuírem alta capacidade de regenerativa; estarem frequentemente apoiados sobre uma membrana basal, que os separa do conjuntivo. No caso dos epitélios que revestem as cavidades de órgãos ocos, esta camada de tecido conjuntivo recebe o nome de lâmina própria.

Como geralmente não se podem distinguir os limites entre as células epiteliais por meio de microscopia de luz, a forma dos seus núcleos dá, indiretamente, uma idéia da forma das células. A forma dos núcleos também é de grande utilidade para se determinar se as células epiteliais estão organizadas em camadas, um critério morfológico fundamental na sua classificação.

Muitos epitélios apresentam modificações na superfície livre (microvilosidades, estereocílios, cílios e flagelos) e de contato entre suas células (junções intercelulares = zona de oclusão, de adesão, desmossomo).

Epitélios são classificados em dois grupos principais, de acordo com sua estrutura e função: epitélios de revestimento e epitélios glandulares. Esta divisão é arbitrária, pois há epitélios de revestimento nos quais todas as células secretam (estômago), ou em que há algumas células glandulares espalhadas entre as células de revestimento (células mucosas no intestino e traquéia).

Referências:

CARVALHO, Hernandes, F.; COLLARES-BUZATO, C, B.; Células: uma abordagem multidisciplinar. Barueri-SP: Manole Ltda, 2005.

JUNQUEIRA, Luiz C.; CARNEIRO, José. Histologia básica. 10. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004.

OVALLE, W. L.; Nahirney, P.C. Netter - Bases da Histologia. Edição Única. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008.

De Revestimento...
Tecido Epitelia...
 
Exibir # 
 
 
Powered by Phoca Gallery


Fornecido por Joomla!. Designed by: joomla 1.5 themes php web hosting Valid XHTML and CSS.